Direito
de Sambar: Acervo
Batatinha

O Acervo Batatinha – Diplomata do Samba nasceu de um grande desejo, o de preservar e difundir a obra de Oscar da Penha, o Batatinha. Esse desejo se fortaleceu nos contatos informais entre integrantes da produtora Baluart e os filhos do artista, que há algum tempo já procuravam uma forma de trabalhar com a memória do pai. Assim, aos poucos, o sonho foi tomando corpo e virando projeto.

As vontades eram muitas, porém foi preciso começar de algum ponto, e se optou pelo que pareceu ser a primeira etapa de um projeto maior: montar o acervo do grande sambista baiano, a partir do qual outras iniciativas pudessem se desdobrar num futuro próximo. O intuito, então, passa a ser o de resgatar, restaurar e manter vivo o maior número possível de informações a respeito de sua obra, tornando-a acessível ao grande público por meio de um site, além da produção de um songbook com letras e cifras das canções gravadas pelo sambista.

Decidido o caminho a se trilhar, nesse momento vem se somar aos esforços da equipe o apoio fundamental do programa Natura Musical, que há alguns anos vem patrocinando iniciativas que visam o resgate e preservação da memória musical do país. A parceria se mostrou mais do que acertada e a pesquisa rendeu bons frutos, como a recuperação de toda a discografia do sambista, a digitalização de fonogramas com algumas horas de entrevista e canções até então inéditas, repercussão de sua carreira em impressos das últimas décadas, fotos raras espalhadas em diversas fundações de cultura bem como digitalização de todo o acervo familiar.

Nessa trajetória de buscas não foram poucas as pessoas que estiveram dispostas a ajudar, ora compartilhando suas memórias, ora dando uma dica do quê ou a quem buscar, sem falar em todos os que contribuíram a partir das fundações e demais locais visitados. Aos parceiros e colegas Carlos Gazineo, Cid Seixas, Edil Pacheco, Lula Carvalho, Riachão, Walmir Lima, aos produtores Marcelo Rabelo, J. Velloso e Paquito, a Gilmar Fraga, tão solícito ao disponibilizar sua coleção de vinis, a todos que tão prontamente atenderam nosso pedido de ajuda, fica aqui o enorme agradecimento em nome da equipe.

Finalmente, depois de meses de um trabalho árduo, criterioso, porém gratificante a todos os envolvidos, é com muito prazer e orgulho que o Acervo Batatinha é entregue ao público, que, a partir de agora, tem uma fonte confiável de informações sobre esse excepcional artista, digno de figurar para sempre na memória musical brasileira.

Ficha técnica

Realização: Baluart Projetos Culturais
Parceria: Família Batatinha

 

Acervo
Consultoria de Conteúdo: Artur da Penha
Pesquisador e Webwriter: Rafael Rosa
Assistente de Pesquisa: Estefane Gaspar
Programação e Web design: Bravo Creative
Masterização de Fonogramas: Casa das Máquinas
Tratamento de Imagens: Lucas Batatinha
Cessão de fonogramas: Paquito e J. Velloso

 

Cancioneiro | Songbook
Coordenação Editorial: Artur da Penha
Projeto Gráfico: Lucas Batatinha
Coordenação Musical: Rafael Galeffi
Edição e Revisão de Partituras: Rafael Galeffi e Borega Melo
Supervisão Musical: Gabriel Penha
Texto: Victor Uchôa
Tradução para o Inglês: Paulo Raviere

Agradecimentos

Adriana Moreira
André Carvalho
Alumiô
Bandido
Carlos Gazineo
Cid Seixas
Edil Pacheco
Fundação Casa de Jorge Amado
Fundação Gregório de Mattos
Fundação Padre Anchieta
Gilmar Fraga
Instituto Moreira Sales
J. Velloso

Juliana Ribeiro
Lula Carvalho
Marcelo Rabelo
Marcondes Dourado
Marina Amorim
Museu da Imagem e do Som – Rio de Janeiro
Paquito
Pedro Abib
Ramon El-Bachá
Riachão
Talyta Singer
Teatro Senac Pelourinho